“We work in the dark - we do what we can - we give what we have. Our doubt is our passion, and our passion is our task. The rest is the madness of art.”
Henry James


quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Produção de quadrinhos para os meios digitais é tema de bate papo em Caxias do Sul


Os meios digitais e dispositivos móveis vieram para ficar. E como ficam as histórias em quadrinhos neste novo mundo? Embora em mercados já consolidados como os EUA os quadrinhos digitais já sejam um segmento que gera lucro, no Brasil a produção digital anda a passos lentos.

Mas o Tesla HQ, um coletivo de quadrinhos de Caxias do Sul, resolveu apostar de vez nestas novas mídias. Seu primeiro trabalho. Dies Irae, foi produzido pensado para telas de monitores e tablets e está a venda de forma exclusivamente digital.

E o processo de produção da HQ é o principal tema do bate papo que o coletivo irá ministrar no dia 17 de setembro (quarta-feira), a partir das 18h30, na livraria e café Do Arco da Velha.

As diferenças entre o digital e o impresso, os detalhes técnicos e a produção propriamente dita (processo de roteiro, arte, colorização, letras e edição) estão entre os assuntos tratados no bate papo, que tem entrada franca. Haverá também artes promocionais da história para venda.

O Tesla HQ é formado por Adan Marini, Ilustrador e sócio da Jamwork - Estúdio Estratégico; Frank Tartari Fialho, ilustrador e roteirista multimídia; Luciana Lain, colorista e desenvolvedora de produto; Rafael Rodrigues, roteirista, redator publicitário da Agência 42, jornalista e pesquisador de quadrinhos; e Thiago Danieli, ilustrador e artista visual.

Bate papo: “Produção de quadrinhos para o meio digital”
Com Adan Marini, Frank Tartari Fialho, Luciana Lain, Rafael Rodrigues e Thiago Danieli
Dia 17.09.2014 (quarta)
Do Arco da Velha Livraria e Café (Rua Dr. Montaury, 1570)
A partir das 18h30

0 comentários:

Postar um comentário

Algures na Web

Postagens populares